Os Professores e Educadores reunidos em Plenário Nacional em Lisboa, no dia 2 de novembro de 2018, consideram que o Orçamento destinado à Educação para 2019 é negativo, pois ignora os problemas das escolas e não dá resposta a nenhuma das justas reivindicações dos professores, quer em relação às suas condições de trabalho, quer aos aspetos de natureza socioprofissional.

 
 
Moção aprovada pelos professores por unanimidade e aclamação

Professores exigem a regularização dos horários de trabalho e a recuperação dos 9 anos, 4 meses e 2 dias que cumpriram


Leia Comunicado das organizações sindicais de professores e educadores
 
 
Pré-Avisos de greve - de 19 a 23 de novembro de 2018

É inaceitável que o mesmo governo que rouba mais de 6,5 anos de serviço aos professores, obrigue, em cada ano, a desenvolver atividade que corresponde não a 12, mas a 15 meses.
[Leia mais...]

Tendo em conta o email enviado aos sindicados pelo Ministério da Educação, considerando que a greve por nós convocada para o próximo dia 2 de novembro de 2018, sexta-feira, não cumpria os requisitos legais, alertamos para o seguinte: Ler mais
 
Convocatória Plenário Nacional - 2 novembro

Consulte Folheto Informativo sobre "Professor, ensina-me a pensar - Filosofia para Crianças: o que é, para que serve, como funciona?"

Consulte o documento, em anexo, com o 2º conjunto de perguntas frequentes sobre o reposicionamento na carreira docente. 

Organizações sindicais de docentes acompanharão início da greve em Lisboa (Escola Secundária Marquês de Pombal, 11:30 horas) Sendo o primeiro dia de greve, as organizações sindicais de docentes farão o seu lançamento em Conferência de Imprensa a realizar na segunda-feira, dia 29 de outubro, pelas 11:30 horas, frente à Escola Secundária Marquês de Pombal (Rua Alexandre Sá Pinto), em Lisboa.