ASPL não subscreveu o último acordo de princípios proposto pelo ME

Depois de muitas horas de negociações (no dia 7 de Janeiro) com o Ministério da Educação, a ASPL considerou que não estavam garantidas algumas das questões fundamentais. Assim, em consonância com o que havia sempre defendido, a ASPL não subscreveu o Acordo de princípios para a revisão do Estatuto da Carreira Docente e do Modelo de Avaliação dos Professores do Ensino Básico e Secundário e dos Educadores de Infância.