Comunicado da ASPL a propósito das colocações - Mobilidade Interna

Ao contrário do verificado nos últimos anos, foram maioritariamente contemplados horários completos na colocação de 2017.
Esta situação não era expectável, pois não foi abordada nas reuniões sobre os concursos e nada a fazia prever na legislação trabalhada e publicada.

Face a tal opção da tutela, são inúmeros os colegas colocados em estabelecimentos escolares muito distantes do habitual!
A sua indignação é legitima, porquanto sabem da existência de horários mais reduzidos (superiores a seis horas) em horários que agora não surgem, que serão posteriormente atribuídos a colegas com menor graduação profissional.
A ASPL já requereu ao Sr. Ministro que esta colocação seja eliminada e se realize uma nova, que abranja horários completos e incompletos para todos os docentes. Saliente-se que temporalmente esta opção é viável, pois o ano letivo terá início a 13 de setembro, dependendo exclusivamente da vontade política para tal.
A todos os colegas que se considerem lesados pela colocação ocorrida, a ASPL informa que poderão proceder ao recurso hierárquico já disponível no site da DGAE, manifestando o seu desagrado pela situação, solicitando a eliminação desta colocação e a realização de nova.