Posição da ASPL sobre a proposta de Decreto-Lei que visa a (re)organização curricular no ensino básico

Posição tomada em Reunião de Direcção
O projecto de Decreto-Lei recentemente elaborado pelo Ministério da Educação (ME) que visa reorganizar o currículo do Ensino Básico (até agora regido pelos Decreto-Lei n.º 6/2011 e Decreto-Lei n.º 209/2002, de 17 de Outubro) terá um impacto assaz negativo no emprego docente e na qualidade do ensino ministrado nas nossas escolas.
A eliminação da Área Projecto e do Estudo Acompanhado, bem como o fim da leccionação da disciplina de Educação Visual e Tecnológica (EVT) através de pares pedagógicos, resultará num aumento da taxa de desemprego e instabilidade na colocação de professores sem precedentes.