Vivemos um período excecional de “estado de emergência”, o qual exige, da parte de todos, cuidados e medidas também eles extraordinários.
 
Face à crise pandémica que nos assola, a ASPL - Associação Sindical de Professores Licenciados apresentou ao Ministério da Educação (ME) um conjunto de sugestões e contributos, com vista a melhor se ultrapassarem os constrangimentos causados na Educação pela propagação do novo Coronavírus.

Leia Comunicado da ASPL na íntegra
 
Notícia LUSA/Educare.pt | Notícias ao Minuto | Correio da Manhã
"
Covid-19: Sindicato alerta que horário de docentes deve ser respeitado em casa"

No sentido de continuarmos a apoiar os nossos associados, designadamente no que diz respeito ao acesso a ferramentasrecursos e formação que nos auxiliem no trabalho remoto com os alunos, damos-lhe conhecimento dos seguintes projetos e plataformas online:

Leia mais
 
Inov8
 

N
OVO: curso: Do presencial ao online – guia de apoio à rede EPE. (Instituto Camões)
 
ANPRI - Bloco de Notas (Missão: Estratégia Digital da Escola)

As nove organizações sindicais de docentes reuniram, novamente, esta quinta-feira, dia 12 de março, para analisar a situação de bloqueio negocial imposto pelo governo e pelo Ministério da Educação e decidir quais as ações de luta a desenvolver. No entanto, e dada a situação de emergência vivida no país devido à epidemia do novo coronavírus, as nove organizações sindicais decidiram suspender as ações previstas e que implicariam uma grande concentração de pessoas, tais como a realização de uma manifestação nacional em dia de greve e durante a semana.
 

A 14 de abril, as organizações sindicais voltam a reunir para reanalisar e reavaliar a situação, não só ao nível da situação epidemiológica do país, mas também ao nível da abertura do governo para o diálogo negocial. Entretanto, os diferentes sindicatos vão recorrer às instâncias internacionais e apresentar uma queixa à Organização Internacional do Trabalho contra o Estado Português pela recusa em negociar com as organizações sindicais.
 
Leia Comunicado das Organizações Sindicais (12/03/2020)

Caros colegas associados da ASPL,
 
Na sequência da pandemia do COVID-19 vivida no país e das respetivas medidas tomadas pelo governo ontem e hoje, vimos informar que a ASPL decidiu encerrar todas as suas delegações a partir da próxima segunda-feira, dia 16 de março, passando todos os dirigentes, funcionários e demais colaboradores a trabalhar em regime de teletrabalho, em linha com o que foi indicado pela Senhora Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, para os funcionários públicos a partir de segunda-feira.
 
Contudo, salientamos que relativamente à obrigatoriedade da presença dos professores e educadores nas respetivas escolas, mencionada pelo Senhor Ministro da Educação ontem, em entrevista,  e hoje no Comunicado enviado às escolas, apesar das tentativas por nós feitas junto da tutela, até ao momento, não conseguimos obter mais esclarecimentos, pelo que sugerimos aos nossos associados que confirmem junto da direção das suas escolas o procedimento que deverão adoptar na próxima segunda-feira, pois são eles que têm essa competência.
 
Leia Comunicado da ASPL

Despacho n.º 3186-A/2020: São fixadas, para o ano de 2020, as vagas para a progressão aos 5.º e 7.º escalões para os docentes a quem tenha sido atribuída a menção qualitativa de Bom na respetiva avaliação de desempenho e, cumulativamente, cumpram o requisito da formação.

I. Externo/Contratação inicial:
 
Inscrição: 9 a 13 de março de 2020;
Candidatura: 5 a 8 de maio de 2020;
Aviso de Abertura e outra documentação (Formulários, Manual de candidatura, etc).