O governo, através de convocatória enviada pelo Ministério da Educação em 4 de dezembro, p.p., decidiu abrir um processo negocial sobre a recomposição da carreira docente, tendo, para esse efeito, marcado uma  reunião para o dia seguinte.
 
Na reunião realizada em 5 de dezembro não surgiu qualquer acordo, pois o governo limitou-se a repetir a proposta já antes apresentada e aprovada em Conselho de Ministros em 4 de outubro. Como tal, as organizações sindicais subscritoras, face ao desacordo verificado, requereram a realização de negociação suplementar relativa ao processo de recomposição da carreira... Leia Comunicado das Organizações Sindicais

A ASPL foi convocada, ao final da tarde do dia 4 de dezembro, para uma reunião negocial sobre a recomposição da carreira docente, a realizar-se no dia seguinte, dia 5 de dezembro, nas instalações da DGE, sitas na Av. 24 julho, em Lisboa, com início às 18h00.
 
COMUNICADO da ASPL sobre a reunião com ME - 5 dezembro 2018
 
Fórum TSF - intervenção da Vice-Presidente da ASPL 

"Como presidente de uma das organizações sindicais de professores que esteve presente em todas as reuniões que existiram, neste último ano, venho informar Vossa Excelência que nenhuma delas versou a negociação do “prazo e do modo de recuperação do tempo de serviço”, como o governo afirma, e a que está obrigado pela Lei fundamental do nosso País: a Lei do Orçamento de Estado de 2018."

Leia a Carta Aberta - da Presidente da ASPL - dirigida ao Senhor Primeiro-Ministro

 Sindicatos de professores unidos contra a discriminação dos docentes no que se refere ao congelamento das suas carreiras.
A Frente Sindical de Docentes, constituída pelos sindicatos de professores ASPL, PRÓ-ORDEM, SEPLEU, SINAPE, SINDEP, SIPPEB, SIPE e SPLIU, decidiu convocar greve a todo o serviço docente e realizar uma concentração no próximo dia 15 de novembro.

Teve lugar no passado sábado, dia 28 de outubro, em Aveiro, a cerimónia de Tomada de Posse dos novos Corpos Sociais da ASPL para o quadriénio 2017-2021, a qual contou com a presença de vários associados e dirigentes desta organização sindical.
Este dia ficou, igualmente, marcado por várias iniciativas no âmbito da comemoração dos 25 Anos da ASPL. Assim, após um almoço convívio, os participantes foram presenteados com uma tarde recreativa e cultural, materializada num concerto intimista, protagonizado pelo artista Rui Oliveira e que incluiu a visualização de um filme que percorreu um pouco da história da ASPL.

A Frente Sindical de Docentes que integra os sindicatos ASPL, SEPLEU, SINAPE, SINDEP, SIPPEB, SIPE e SPLIU, face à gravidade da proposta da lei de Orçamento de Estado para o ano 2018, que prejudica a carreira dos docentes, reuniu hoje em Lisboa pelas 15 horas.
Leia mais.

Caros associados,
Depois de mais de uma década de sucessivos ataques à Administração Pública e aos seus trabalhadores e, em especial, à educação, que, como sabemos, tem sido um dos setores mais afetados pela restrição orçamental dos últimos anos, verificamos, atualmente, que o Governo continua sem real vontade de resolver os problemas dos professores e educadores de Portugal.
Analisando o Orçamento de Estado para 2018, verificamos que os docentes voltam a ter razões de sobra para demonstrar o seu desagrado com o que se tem feito à carreira docente, ao ensino e à educação em Portugal. [Leia mais]