Sindicatos de Professores promovem Conferência de Imprensa na segunda, dia 18 (16 horas), para divulgação de dados da adesão nacional e balanço do dia de  greve

Na próxima segunda-feira, dia 18 de junho, os professores iniciam uma Greve às Avaliações convocada por ASPL, FENPROF, FNE, PRÓ-ORDEM, SEPLEU, SINAPE, SINDEP, SIPE, SIPPEB  e SPLIU. Prevê-se que a greve tenha impacto na generalidade das escolas portuguesas. Esta greve, que se inicia a 18 de junho prolongar-se-á até ao final do mês e, hoje mesmo, foram entregues novos pré-avisos diários para que, caso seja necessário, a greve se prolongue em julho. Para já, os pré-avisos referem-se aos dias 2 a 13 de julho.

Tendo em conta a Nota Informativa de 11 de junho publicada pela DGEstE  e a gravidade de algumas orientações nela constantes, a Direção da ASPL entendeu solicitar ao Ministério da Educação a correção da respetiva Nota.
 
Posição da ASPL sobre a Nota Informativa da DGEstE relativa à greve às reuniões de avaliação

 
Conheça as respostas às principais dúvidas colocadas pelos professores sobre a Greve às Avaliações, a decorrer no período de 18 a 29 de junho, disponíveis no Manual da Greve às Avaliações.

Pré-Aviso de Greve às avaliações
(de 18 a 29 de junho)
 

 
 
A todos os colegas que desejarem que a sua situação na carreira seja por nós analisada, solicitamos que nos enviem uma cópia atualizada do seu registo biográfico, com a indicação da última avaliação do desempenho docente (data e menção obtida), dos créditos de formação obtidos no presente escalão e demais informações que considerem relevantes.
 
A ASPL chama especial atenção aos professores e educadores que estão em algumas situações específicas. Saiba quais, aqui.

 
Não à utilização abusiva dos docentes portugueses postos ao serviço da Cambridge

As funções inerentes ao cargo de classificador do teste  PET não têm enquadramento legal, nomeadamente no Estatuto da Carreira Docente, nem no âmbito das tarefas previstas para a componente letiva, nem  da componente não lectiva, pelo que só poderão ser desempenhadas em regime de voluntariado.

Basta! Os professores não podem sujeitar-se a todas as imposições e exigem ser respeitados, enquanto pessoas e profissionais!

 
Encontra-se publicada, no portal da DGAE, uma Nota Informativa sobre a Mobilidade Estatutária 2015/2016. De acordo com a mesma, salientamos os seguintes prazos das várias fases do processo:

- Registo / inscrição de novas entidades proponentes => de 15 a 21 de abril;
- Formulação do pedido de mobilidade pela entidade proponente => de 23 de abril a 4 de maio;
- Aceitação do pedido de mobilidade pelo docente => de 23 de abril a 5 de maio;
- Validação do pedido de mobilidade pela escola de provimento do docente => de 23 de abril a 6 de maio.

Consulte aqui a referida Nota Informativa.

 
Encontra-se disponível, até às 23h59 do dia 17 de abril, no portal da DGAE, a aplicação eletrónica de candidatura a Equiparação a Bolseiro para o ano de 2015/2016.

Consulte respetiva Nota Informativa

Inicia-se a 13 de abril o prazo para a realização das provas orais no âmbito do processo “Cambridge”, podendo os professores que o pretendam, aderindo à greve convocada a esse serviço, não participar nesse processo.
 
Na passada sexta-feira, o MEC contactou as Organizações Sindicais onde, através de ofício, reafirmou o que já ficara previsto em reunião realizada: a) alargamento do período para realização das provas até 22 de maio; b) a componente do teste, na formação dos classificadores, será facultativa; c) dispensa dos docentes da componente de estabelecimento durante o 3º período letivo e mais alguns dias no mês de julho.
 
Leia mais