A Lei do OE2019 obriga à realização de um processo negocial para estabelecer o modo e o prazo de recuperar os 9 anos, 4 meses e 2 dias (3411 dias) de serviço cumprido pelos docentes, que ainda não foram contabilizados. 

 
Até ao momento, a tutela não enviou a respetiva convocatória, não cumprindo, uma vez mais, com o legalmente estabelecido. Sendo uma matéria cuja resolução urge, tendo a nível continental já sido operacionalizada na maioria da demais função pública e nas regiões autónomas já assumida a contagem integral do tempo de serviço em causa, é incompreensível e inaceitável a morosidade do seu agendamento. 

Leia mais

PELA NEGOCIAÇÃO DO MODO E DO PRAZO DA CONTAGEM INTEGRAL DO TEMPO DE SERVIÇO
Assinar online aqui 
 
Os professores e educadores rejeitam ser discriminados e exigem a recuperação de todo o tempo de serviço cumprido. Não aceitam tratamento diferente do que é dado à generalidade dos trabalhadores da Administração Pública e aos seus colegas das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores.
 
Como alternativa à assinatura online, está disponível um PDF no Website da ASPL para descarregar, imprimir, assinar, e enviar de volta.

Obrigada Senhor Presidente da República!
Vale a pena lutar com esperança e determinação quando estamos do lado da razão e da justiça!
Obrigada também a todos os colegas professores e educadores que não desistiram e que continuam à espera da concretização da contagem total do tempo que trabalharam!
Esperamos que, desta vez, em 2019, o governo negoceie o que é para negociar: o prazo e o modo de recuperar o tempo de serviço - 9 anos, 4 meses e 2 dias.

Leia mais

Como vem sendo habitual, a USI (União dos Sindicatos Independentes) vai comemorar o 1º de maio, Dia do Trabalhador, em Lisboa e Porto.
Em Lisboa decorrerá uma ação de solidariedade com a ONG Refood nos dias 27, 28 e 29 de abril. (Em breve serão dados mais pormenores desta iniciativa).
No Porto, decorrerá, a partir das 10 horas do dia 1 de maio, uma Caminhada Solidária. O ponto de encontro será no Parque da Cidade, Orla marítima, junto ao edifício transparente. Os participantes contribuirão com 1€ que reverterá para uma instituição de solidariedade.
A ASPL, como membro da USI, estará representada nesta caminhada e convida todos os professores e educadores a participar nesta atividade.

A ASPL deseja que todos os seus associados, e respetivas famílias, vivam sempre em liberdade. Que os valores de abril sejam, eternamente, vividos!

Não dispensa a consulta dos diplomas em vigor.
Consulte, aqui

 
Foram publicadas, na página da DGAE, as listas de ordenação, admissão e exclusão da Manifestação de Interesse com vista à seleção do Presidente da CAP da Escola Portuguesa de S. Tomé e Príncipe – Centro de Ensino e da Língua Portuguesa.
 
Do ato de homologação, cabe reclamação para o endereço eletrónico pcap.stome@dgae.mec.pt, no prazo de 5 dias úteis.