Veja algumas Fotos (1 e 2da manifestação do passado sábado, dia 19 de maio, na qual estiveram presentes milhares de professores e educadores.
 
Resolução aprovada pelos docentes presentes na manifestação

Dezenas de milhar de Professores e Educadores irão manifestar-se, amanhã, em Lisboa
 
A anunciada presença do Ministro da Educação na Assembleia da República (quarta, 23 de maio) faz aumentar a importância desta grande Manifestação Nacional dos Professores
 
Leia mais

Estimado colega professor/educador,
 
Como sabe, no próximo dia 19 de maio (sábado), nós, professores e educadores, manifestar-nos-emos, uma vez mais, em Lisboa, em defesa de condições de trabalho condignas ao exercício da nossa tão nobre profissão: horários de trabalho dentro das 35h (onde para além das aulas, deve estar todo o trabalho individual e na escola, inclusive as infindáveis reuniões) e a exigência de um regime de aposentação adequado ao enorme desgaste, físico e psíquico, que o exercício da profissão docente nos impõe!

Completamente alheio às necessidades da população, que tanto contribuiu para se ultrapassar a crise da Troika, o Sr Primeiro Ministro, ao invés de agradecer o esforço imposto a milhares de famílias e devolver, mesmo que de forma faseada, os valores retidos, ou apenas o tempo de serviço prestado, vem agora ingratamente anunciar que não se devem valorizar os seus vencimentos, mas sim adquirir mais recursos humanos. Está montada a estratégia da desvalorização salarial portuguesa: baixos vencimentos para todos!

Leia mais

Da rede pública de Portugal Continental e das Regiões Autónomas
Foi publicado no Diário da República N.º 116, Série II, o Despacho Nº 7960/2013, de 19 de junho, o qual incide sobre a Mobilidade por motivo de doença dos docentes de carreira dos estabelecimentos de ensino da rede pública de Portugal Continental e das Regiões Autónomas.

De acordo com informação obtida junto da DGAE, irá ser hoje publicado no seu portal um esclarecimento sobre a documentação a apresentar pelos docentes candidatos à mobilidade por doença.

Os professores conseguem importantes avanços em resultado da sua luta!
Está suspensa a greve ao serviço de avaliações
Concluído o processo negocial suplementar com o MEC, este foi obrigado a recuar em matérias que mobilizaram a maioria dos professores e educadores, num longo e forte processo de luta, com recurso à greve em serviço de avaliações, uma manifestação nacional e uma greve geral dos professores e educadores.

Lamentavelmente, foi publicado no Diário da República N.º 204, Série II, o Despacho n.º 14293-A/2013, de 5 de novembro, o qual define o calendário de realização da prova de conhecimentos e capacidades, para os docentes não pertencentes aos quadros, as condições de aprovação e os valores a pagar pela inscrição, consulta e pedido de reapreciação da mesma.
A ASPL não concorda com a existência desta Prova, sobretudo dirigida a docentes que já prestaram serviço enquanto professores e/ou educadores e foram avaliados por isso, positivamente. Ao longo das negociações havidas sobre esta matéria, a ASPL sempre fez saber ao MEC esta sua discordância, pelo que não subscreveu nenhum acordo sobre esta autêntica aberração!
Agora que foi publicado o diploma, a ASPL diligenciará junto das entidades competentes a necessidade do mesmo ser submetido a fiscalização pelo Tribunal Constitucional, paralelamente, disponibilizamos, também, todo o apoio jurídico e judiciário aos seus associados que o entendam pedir. 

Caros colegas,
O nosso novo site já se encontra disponível para todos os professores e educadores que desejam consultá-lo, contudo apenas sendo associado da ASPL e entrando como utilizador registado terá acesso a informações exclusivas e documentação privilegiada.
Todos os conteúdos do antigo site ainda estão disponíveis clicando no link "Arquivo" da faixa do lado direito.  

Caros Colegas
Este site ainda se encontra em fase de implementação, pelo que se aconselha a continuar a verificar o site que se encontra em www.aspl.pt.