Vivemos um período excecional de “estado de emergência”, o qual exige, da parte de todos, cuidados e medidas também eles extraordinários.
 
Face à crise pandémica que nos assola, a ASPL - Associação Sindical de Professores Licenciados apresentou ao Ministério da Educação (ME) um conjunto de sugestões e contributos, com vista a melhor se ultrapassarem os constrangimentos causados na Educação pela propagação do novo Coronavírus.

Leia Comunicado da ASPL na íntegra
 
Notícia LUSA/Educare.pt | Notícias ao Minuto | Correio da Manhã
"
Covid-19: Sindicato alerta que horário de docentes deve ser respeitado em casa"

No sentido de continuarmos a apoiar os nossos associados, designadamente no que diz respeito ao acesso a ferramentasrecursos e formação que nos auxiliem no trabalho remoto com os alunos, damos-lhe conhecimento dos seguintes projetos e plataformas online:

Leia mais
 
Inov8
 

N
OVO: curso: Do presencial ao online – guia de apoio à rede EPE. (Instituto Camões)
 
ANPRI - Bloco de Notas (Missão: Estratégia Digital da Escola)

As organizações sindicais de docentes têm desenvolvido diversas iniciativas, incluindo de contacto com responsáveis do Ministério da Educação para resolver o problema do sobretrabalho, isto é, dos abusos e ilegalidades que continuam a afetar os horários de trabalho dos professores e educadores. Não tendo existido qualquer novidade ou resposta do Ministério da Educação às diligências feitas pelas organizações sindicais, informa-se que a Greve ao Sobretrabalho será retomada em 13 de janeiro.
 
Entretanto, estão previstas para 22 de janeiro reuniões no Ministério da Educação com as organizações sindicais, sendo este um dos temas, entre outros, que estará presente. A partir daí, a continuação desta greve dependerá das respostas e compromissos que forem assumidos pelo Ministro
 
Pré-avisos de greve para a semana de 9 a 13 de março 
Pré-avisos de greve para a semana de 16 a 20 de março
Pré-avisos de greve para a semana de 23 a 27 de março

Na reunião ocorrida a 22 de janeiro com o Sr. Ministro da Educação e demais membros da sua equipa para esta nova legislatura, a ASPL foi informada que se irá prosseguir com a ideologia patente na anterior e assente na "defesa da escola pública e dos seus profissionais".
 
Leia comunicado da ASPL na íntegra
 
22 principais reivindicações para a presente legislatura
 
Leia Nota à imprensa

Petição n.º 607/XIII/4.ª – “Solicitam a adoção de medidas com vista à negociação do modo e prazo para a recuperação de todo o tempo de serviço cumprido”, entregue pela ASPL e demais organizações sindicais e que reuniu mais de 60 000 assinaturas de professores e educadores sobre a recuperação dos 9 anos, 4 meses e 2 dias cumpridos pelos docentes em período de congelamento das carreiras, estará em debate na Assembleia da República no próximo dia 19 de dezembro.
 
Lusa/Educare.pt: PSD e CDS condicionam devolução do tempo dos professores a "revisão sustentável" da carreira

Caros colegas associados,
 
A Direção da ASPL, reunida no passado dia 31 de outubro, deliberou pedir ao gabinete jurídico da ASPL a elaboração de minutas que sustentassem quem pretendesse pedir ao Estado juros de mora pelos atrasos no recebimento devido à sua progressão na carreira ou ao seu reposicionamento na mesma, consoante a situação individual dos associados colocados nos quadros.

Ler mais